Alcinopolis. Sábado, 15 de Dezembro de 2018. Boa Noite!

Saúde

Brasil perde 34 mil leitos hospitalares do SUS em oito anos

A diminuição significou queda de 10% no total de leitos entre 2010 e 2018. As informações são do Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde.

Brasil perde 34 mil leitos hospitalares do SUS em oito anos

Brasil perde 34 mil leitos hospitalares do SUS em oito anos

Nos últimos oito anos, o Brasil perdeu 34 mil leitos hospitalares em unidades do Sistema Único de Saúde (SUS), de acordo com dados do Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde do Ministério da Saúde.

Os dados se referem ao período entre 2010 e 2018, quando a redução atingiu principalmente a psiquiatria, a pediatria clínica, a obstetrícia e a cirurgia geral. Em março de 2010 o Brasil tinha 336.842 leitos de internação para uso exclusivo do SUS. Em março deste ano, esse número reduziu para 302.524 leitos, uma queda de 10%.

 

Queda nos estados

 

Em termos percentuais, o estado do Rio de Janeiro foi o que mais perdeu leitos: foram 9 mil leitos no período, uma queda de 28%. Depois do Rio, Sergipe foi o estado que mais perdeu, com 500 leitos a menos, o que significou diminuição de 19%.

 
Queda no total de leitos do SUS nos estados entre 2010 e 2018. (Foto: GloboNews)Queda no total de leitos do SUS nos estados entre 2010 e 2018. (Foto: GloboNews)

Queda no total de leitos do SUS nos estados entre 2010 e 2018. (Foto: GloboNews)

Cinco estados aumentaram o total de leitos de internação: Rondônia (25%), Roraima (12%), Amapá (11%), Tocantins (10%) e Mato Grosso (8%).

 

Posicionamento do Ministério

 

Em nota à GloboNews, o ministério informou que há necessidade de "melhorar a ocupação dos leitos existentes". Veja abaixo a íntegra da nota:

"O Ministério da Saúde informa que aproximadamente 60% dos hospitais que atendem SUS são de pequeno porte e, nessas unidades, a taxa média de ocupação dos leitos é de 30%. Dessa forma, a discussão atual é melhorar a ocupação dos leitos existentes.

Paralelamente a esse cenário, cabe informar que a tendência mundial é de desospitalização, uma vez que com os avanços tecnológicos tratamentos que antes exigiam internação passaram a ser feitos no âmbito ambulatorial e domiciliar. Dados da OCDE apontam que o próprio sistema inglês – referência mundial de sistema público de saúde – reduziu em 30% o número de leitos em 10 anos.

Assim, o Ministério da Saúde tem investido na expansão dos leitos que tendem casos de alta complexidade. O número de leitos de UTI mais que dobrou em dez anos: passou de 9.150 em 2008 para 21.471 em 2018, um incremento de 135%. Esses são os leitos de maior complexidade que exigem maior estrutura e esforço profissional.

São 494.240 leitos no Brasil, sendo 332.177 exclusivamente SUS. Desse total, 43.970 leitos de UTI, sendo 21.471 SUS (50% do total)."

G1

Publicidade

Não deixe de ler


Nas Galerias de Fotos
  • Leilão em Prol do Hospital de Amor - Barretos-SP Leilão em Prol do Hospital de Amor - Barretos-SP
  • Palestras: 3º Seminário da Pecuária de Corte. Palestras: 3º Seminário da Pecuária de Corte.
  • 1ª Exposição Fotográfica das Famílias Pioneiras. 1ª Exposição Fotográfica das Famílias Pioneiras.
  • Cafundó: Trilheiros de Alcinópolis Cafundó: Trilheiros de Alcinópolis
  • Enlace matrimonial Enlace matrimonial "Chicão & Meire"
[+] Galerias de Fotos
Publicidade