Alcinopolis. Segunda-feira, 12 de Novembro de 2018. Boa Noite!

Camapuã

Camapuã: Pontinha do Cocho grita por socorro

A maioria das ruas do distrito estão intransitáveis...

É lamentável e quase que indescritível o total abandono, pela Prefeitura Municipal de Camapuã, quanto às ruas do distrito de Pontinha do Cocho, que é o único centro urbano fora da sede do município. O distrito fica há aproximadamente 70 quilômetros, às margens do ribeirão Pontinha, na divisa com o município de Figueirão.

 

A maioria das ruas do distrito estão intransitáveis há muito tempo. A única que oferece condições de tráfego relativamente bom é a avenida Joaquim Malaquias da Silva, no trecho entre a MS-436 e a EscolaEstadual Joaquim Malaquias da Silva, passando em frente ao posto de saúde local.

 

As demais ruas não oferece qualquer condição de tráfego para veículos, bicicletas e até para tratores. Já os pedestres tem que passar sobre enormes buracos ou desviar pelas laterais sobre a vegetação. Idosos e portadores de necessidades especiais, além de crianças e mulheres grávidas, são os que mais sofrem com o completo descaso da administração municipal.

 

Vereadora Dra. Márcia luta, mas não consegue apoio da administração

 

Diante da situação a vereadora Dra. Márcia Ávila (PMDB), tem, desde o início de seu mandato em janeiro de 2013, insistido com o prefeito Marcelo Duailibi (DEM), com o secretário municipal de Infraestrutura e Obras, Luis Moreira, bem como com o administrador distrital há cinco anos, Atanásio Martins, para que preste os serviços necessários ao bem estar daquela população, entretanto, à revelia das intenções da vereadora e de todos os moradores do distrito, os problemas muito graves continuam.

 

O cemitério do distrito é outro ponto que está completamente abandonado pela administração municipal, com matos que cobrem túmulos, cruzes, cercas e os seus arredores. Isso também já foi objeto de inistentes pedidos da vereadora Dra. Márcia.

 

"A vias públicas, sem exceção,  do distrito da Pontinha do Cocho não oferecem condições de tráfego de veículos ou qualquer outro meio de transporte como bicicletas e motos. O mais grave é que em razão da ausência de manutenção adequada das ruas, estas estão em processo erosivo muito adiantados, e expondo a população a sérios riscos de acidentes graves e também provocando dano ao meio ambiente" , afirmou a vereadora Dra. Márcia em documento aprovado na Câmara Municipal no dia 10 de março de 2014, endereçados ao prefeito e ao secretário de Infraestrutura e Obras.

 

Erosões não sensibilizam vereadores

 

Não obstante a clara situação de descaso no distrito, seja pelo prefeito e secretários, distrital, os vereadores que dão sustenção na Câmara ao prefeito Marcelo, que são maioria no Legislativo de Camapuã, não dão a devida importância ao sofrimento do povo do distrito e sequer quanto aos riscos de acidentes. Pior ainda, não tem demonstrado preocupação com o problema ambiental que está ocorrento. Seria o caso até da Promotoria do Meio Ambiente, voluntariamente, fazer uma vistoria no distrito e apurar responsabilidade das autoridades competentes, sob a pena de ineficácia de medidas futuras. 

 

Hoje, além do administrador distrital, Atanásio Martins, o vereador que se autointitula representante da população lá residente é o vereador Juvenil Sapinho (PP), mas que, pelas posições que tem tomado na Câmara, não brigando pelo distrito, está caindo em descrédito no distrito.

 

Moradores estão indignados

 

Nos últimos tempos, a maioria dos moradores do distrito de Pontinha do Cocho estão indignados pelo descaso da administração municipal, não só pela situação momentânea, mas pela falta de prestação dos serviços necessários ao bem estar do povo.

 

Foi assim com relação ao acesso próximo à MS-436, próximo ao Laticicínio, que só existe, graças à vereadora Dra. Márcia, por intercessão junto ao deputado estadual Júnior Mochi (PMDB). Foi assim com relação aos buracos da avenida Joaquim Malaquias da Silva, que somente foram consertados após os moradores fazerem mutirão para passagem de veículos escolares; foi assim quando da falta de acesso a idosos à Academia ao Ar Livre, que até hoje não possui iluminação; foi e continua sendo assim, com relação aos buracos que impedem o trânsito na maioria das ruas, onde já ocorreram acidentes, inclusive com um vereador.


            

Camapuã News 

Publicidade

Não deixe de ler


Nas Galerias de Fotos
  • Leilão em Prol do Hospital de Amor - Barretos-SP Leilão em Prol do Hospital de Amor - Barretos-SP
  • Palestras: 3º Seminário da Pecuária de Corte. Palestras: 3º Seminário da Pecuária de Corte.
  • 1ª Exposição Fotográfica das Famílias Pioneiras. 1ª Exposição Fotográfica das Famílias Pioneiras.
  • Cafundó: Trilheiros de Alcinópolis Cafundó: Trilheiros de Alcinópolis
  • Enlace matrimonial Enlace matrimonial "Chicão & Meire"
[+] Galerias de Fotos
Publicidade