Alcinopolis. Quarta-feira, 19 de Setembro de 2018. Boa Tarde!

Eleições 2018

Candidatas a vice criticam Murilo por ?manterrupting? no Debate Midiamax

Único homem entre concorrentes nega prática, mas revoltou as quatro adversárias

 

 
Foto: Minamar Júnior

As quatro candidatas a vice nas chapas para o governo do Estado de Mato Grosso do Sul que participaram do debate na noite desta segunda-feira (10)

realizado pelo Jornal Midiamax emitiram uma nota de repúdio contra o candidato Murilo Zauith (PSDB).

As candidatas afirmam que Murilo teria praticado manterrupting, um neologismo em inglês que significa um homem interromper uma mulher de forma desnecessária,

conscientemente ou não, enquanto ela está falando. (Confira o trecho na transmissão em vídeo ao final da matéria).

Após responder como seria sua atuação caso fosse eleito vice, a candidata Diná (Psol) teve direito a réplica. Ao começar a falar,
o candidato a rebateu, mesmo que com o microfone cortado. Ainda assim, Diná prosseguiu com seu direito de resposta.

Acabado o tempo, Murilo teve direito a tréplica, quando teve discordou do posicionamento da candidata com o seu microfone ligado.

Em conversa com a reportagem, Zauith afirmou que leu a nota emitida pelas candidatas, mas que não concorda com o posicionamento dado sobre o assunto.

“Eu sou um homem cordial. O debate teve o tom da cordialidade. Eu não sou assim. Eu sou uma pessoa de índole fácil, sou uma pessoa tratável”, rebateu.

O termo manterrupting surgiu em 2015 com o artigo norte-americano “Speaking while Female” (falando enquanto mulher), publicado no “The New York Times”,

escrito por Sheryl Sandberg, chefe de operações do Facebook, e Adam Grant, professor da escola de negócios da University of Pennsylvania.

Confira a nota na íntegra:

NOTA PÚBLICA DE REPÚDIO

É notório e público que o estado de Mato Grosso do Sul figura entre os primeiros colocados no ranking nacional de violência contra a mulher,

feminicídio e estupro. A arte dessa violência é naturalizada e, muitas vezes, por isso não identificada. O manterrupting é uma modalidade de sexismo conhecida das mulheres,

especialmente no ambiente de trabalho. Essa prática configura-se no ato de interromper uma mulher durante sua fala.

Durante o debate entre as candidaturas a vice governadoria de Mato Grosso do Sul, realizado hoje (10/09) pelo Jornal Midiamax,

o candidato Murilo Zauith (DEM) interrompeu a candidata Diná Freitas (PSol) durante sua réplica. Esse fato não é só deselegante, como também configura-se sexista e misógino,

além de estar em desacordo com as regras pré-estabelecidas pelos organizadores do debate em comum acordo com todas as candidaturas.

A atitude do candidato não contribui em nada com o debate democrático e programático que o eleitor sul-mato-grossense espera,

além de reforçar as diversas formas de violência contra as mulheres.

Por isso, subscrevem esta Nota Pública de Repúdio as candidatas a vice governadoria do estado de Mato Grosso do Sul.

Ana Maria Bernardeli – REDE

Diná Freitas – PSOL

Lucilene Maria da Silva – PT

Tânia Garib – MDB

MIDIAMAX

 

 

Publicidade

Não deixe de ler


Nas Galerias de Fotos
  • Leilão em Prol do Hospital de Amor - Barretos-SP Leilão em Prol do Hospital de Amor - Barretos-SP
  • Palestras: 3º Seminário da Pecuária de Corte. Palestras: 3º Seminário da Pecuária de Corte.
  • 1ª Exposição Fotográfica das Famílias Pioneiras. 1ª Exposição Fotográfica das Famílias Pioneiras.
  • Cafundó: Trilheiros de Alcinópolis Cafundó: Trilheiros de Alcinópolis
  • Enlace matrimonial Enlace matrimonial "Chicão & Meire"
[+] Galerias de Fotos
Publicidade