Alcinopolis. Quinta-feira, 20 de Setembro de 2018. Boa Noite!

Meio Ambiente

Chuva desde madrugada alaga casas e interdita rodovia de acesso ao Pantanal de MS

Chuva desde madrugada alaga casas e interdita rodovia de acesso ao Pantanal de MS

Chuva desde madrugada alaga casas e interdita rodovia de acesso ao Pantanal de MS

chuva forte, que teve início na madrugada e atingiu dezenas de municípios em Mato Grosso do Sul, causou transtornos e interdição em vários pontos da rodovia BR-262 nesta terça-feira (20). A Polícia Rodoviária Federal (PRF) está desde às 7h25 (de MS) no km 461 que ficou alagado e só pode ser liberado por volta das 11h.

Outro trecho interditado foi o km 480 da mesma rodovia federal, em Anastácio, às 11h10. Uma fila de dois quilômetros se formou nas duas vias por causa das fortes chuvas no local. A PRF liberou o trânsito em meia pista, no sistema siga e pare, às 14h30.

Próximo dali, no km 478, o trânsito foi interrompido às 13h por questão de segurança.

 
Interdição no km 478 da BR-262, em Anastácio (MS), por causa das fortes chuvas (Foto: PRF/Divulgação)

Interdição no km 478 da BR-262, em Anastácio (MS), por causa das fortes chuvas (Foto: PRF/Divulgação)

No município de Aquidauana, a 131 km de Campo Grande, houve chamados de alagamentos em cinco residências. O Corpo de Bombeiros faz uma força-tarefa para atender os locais.

Conforme a assessoria da prefeitura de Aquidauana, não há famílias desabrigadas. Até o momento, houve o atendimento de famílias e o Rio Aquidauana está com 7,42 metros. O ideal varia entre 5 e 6 metros.

O Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul (Imasul) emitiu um aviso de "evento crítico" para a situação de emergência do município. Segundo o Imasul, foram registrados 153 milímetros de chuva nas últimas 24 horas, até às 10h30 de hoje.

Por causa da quantidade de chuva, o nível do Rio Aquidauana está subindo em média 40 cm/h e próximo de atingir 8 metros, quando alaga e inunda a cidade.

De acordo com a Defesa Civil, foram quase cinco horas de chuvas ininterruptas. "Esse número é 88% do que estava esperado para o mês todo e o acumulado do mês é de 211,2 milímetros, já ultrapassando 30% do que estava previsto. A situação de enchentes está prevista em muitos outros municípios, como Itaquiraí, provavelmente", afirmou ao G1 o meteorologista Natálio Abraão.

De acordo com o meteorologista, o período chuvoso está dentro da normalidade. O diferencial é que não se trata de uma frente fria e sim sistemas de baixa pressão. "Os sistemas estão agregando e potencializando as áreas de instabilidade. No estado, estamos com um centro de baixa pressão, agregando umidades vindas da amazônia e gerando a formação da nebulosidade concentrada em todo o estado, com exceção do norte e nordeste", ressaltou.

Na capital sul-mato-grossense, foi contabilizado 35 mm. No município de Dois Irmãos do Buriti, 42,6 mm. Já em Ponta Porã, na região sul do estado, a temperatura foi de 17° C, com sensação térmica de 14°C. No caso de enchentes, a indicação foi para os municípios de Rio Brilhante, com 65,4 mm, além de Dourados, com 69 mm, entre outros.

Ainda de acordo com a Defesa Civil, 22 municípios de Mato Grosso do Sul estão em situação de emergência vigente. São as cidades: Coronel Sapucaia, Bataiporã, Novo Horizonte do Sul, Itaquirai, Japorã, Deodápolis, Eldorado, Miranda, Rio Verde de MT, Bataguassu, Porto Murtinho, Sete quedas, Tacuru, Iguatemi, Mundo Novo, Amambai, Bela Vista, Antônio João, Coxim, Caracol, Santa Rita do pardo e Brasilândia.

Já nos últimos dias a situação se agravou em Aquidauana, tendo também alagamentos em Bonito e Selvíria, estradas ruins em Dois Irmãos do Buriti também na área rural em Japorã. No caso de Glória de Dourados e Deodápolis, houve o agravamento das erosões que já existem na região. Em Coronel Sapucaia a erosão foi intensificada e, em Campo Grande, muita chuva. A situação, no entanto, não é alarmante.

 

Previsão

 

A quarta e a quinta-feira devem ser chuvosas em Mato Grosso do Sul, mas o sol deve aparecer. Porém, só volta com mais força na sexta-feira (23). Nestes dias, as temperaturas ficam mais amenas.

 

Por Graziela Rezende, G1 MS

Publicidade

Não deixe de ler


Nas Galerias de Fotos
  • Leilão em Prol do Hospital de Amor - Barretos-SP Leilão em Prol do Hospital de Amor - Barretos-SP
  • Palestras: 3º Seminário da Pecuária de Corte. Palestras: 3º Seminário da Pecuária de Corte.
  • 1ª Exposição Fotográfica das Famílias Pioneiras. 1ª Exposição Fotográfica das Famílias Pioneiras.
  • Cafundó: Trilheiros de Alcinópolis Cafundó: Trilheiros de Alcinópolis
  • Enlace matrimonial Enlace matrimonial "Chicão & Meire"
[+] Galerias de Fotos
Publicidade