Alcinopolis. Quinta-feira, 19 de Abril de 2018. Boa Noite!

Campo Grande

Em MS, outro pit bull fica ferido em briga com porco-espinho

Veterinária levou 4 horas para retirar 3 mil espinhos do corpo de Lampião. Em menos de 24 horas, é o segundo caso ocorrido no estado.

Em MS, outro pit bull fica ferido em briga com porco-espinho

Em MS, outro pit bull fica ferido em briga com porco-espinho

Um cão da raça pit bull precisou de atendimento depois de ter sido ferido por um porco-espinho, na madrugada de terça-feira (21), em São Gabriel do Oeste, a 133 km de Campo Grande. O animal teve que ser sedado para a retirada de cerca de 3 mil espinhos. O caso é semelhante ao ocorrido na segunda-feira (20), em Coxim, a 243 km da capital, quando outro cão, da mesma raça, levou mais de mil espetadas de um ouriço-cacheiro.

O pit bull se chama Lampião e é um animal dócil, segundo o professor Ederson Wagner, 31 anos, proprietário do cão. Wagner disse ao G1 que deixa o animal na casa da avó e se assustou com a ligação dela, durante a madrugada. “Ela falou que o Lampião estava brigando com algum outro bicho”

O professor foi até a casa da avó achando que Lampião havia brigado com um gato. Quando chegou, o pit bull já estava com espinhos nas patas e em todo o rosto, inclusive na língua. “Quando vi a situação, já chamei a veterinária que cuida dele”.

A veterinária Mariana Chitolina teve que sedar o animal. Apesar de sempre ter sido dócil, Lampião estava irritado e poderia dificultar a retirada dos espinhos, por conta da dor que sentiria. “Ele é sempre dócil, até para dar a anestesia não foi preciso contê-lo”. O trabalho de retirada começou por volta da 1h e terminou às 5 horas.

Após passar o efeito da anestesia, Lampião foi liberado e foi para casa. Nesta manhã, Mariana iria até a casa da família para fazer a medicação nas marcas deixadas pelos espinhos. O porco-espinho que teria ferido o cão fugiu, segundo o professor.

Mun-Rá
Na segunda-feira, um caso parecido aconteceu em Coxim. O cão pit bull, chamado Mun-Rá, foi atacado e ficou com cerca de mil espinhos pelo rosto e nas patas. O ouriço-cacheiro que o atacou foi encontrado ferido e chegou a ser transportado para tratamento no Centro de Reabilitação de Animais Silvestres (Cras), em Campo Grande, mas morreu durante a viagem. Mun-Rá estava internado até ontem (21), em observação.

Fonte:G1.com

Publicidade

Não deixe de ler


Nas Galerias de Fotos
  • Cafundó: Trilheiros de Alcinópolis Cafundó: Trilheiros de Alcinópolis
  • Enlace matrimonial Enlace matrimonial "Chicão & Meire"
  • Enlace matrimonial Enlace matrimonial "Mauricio & Leandra"
  • Balada Sertaneja Balada Sertaneja "Sinésio e Henrique"
  • Em Alcinópolis, famílias recebem casa própria e fazem planos para o futuro Em Alcinópolis, famílias recebem casa própria e fazem planos para o futuro
[+] Galerias de Fotos
Publicidade