Alcinopolis. Segunda-feira, 18 de Junho de 2018. Boa Tarde!

Turismo

MS cria programa que classifica municípios turísticos em quatro categorias diferentes

O sistema classifica os municípios conforme o desenvolvimento do turismo no local e a maturidade em que se encontra toda a cadeia relacionada.

MS cria programa que classifica municípios turísticos em quatro categorias diferentes

MS cria programa que classifica municípios turísticos em quatro categorias diferentes

A Fundação de Turismo de Mato Grosso do Sul (Fundtur) criou um programa que classifica os municípios do estado em quatro categorias diferentes conforme o estágio da atividade. A portaria que detalha o sistema foi publicada nesta quinta-feira (26), no Diário Oficial do estado.

De acordo com o programa, o sistema classifica os municípios conforme o desenvolvimento do turismo no local e a maturidade em que se encontra toda a cadeia relacionada, por meio de um processo metodológico e com critérios pré estabelecidos.

A fundação aponta que esse ordenamento possibilitará que sejam definidas as estratégias de atuação da instituição junto aos municípios, para estimular o fortalecimento e a consolidação da atividade turística, proporcionando incentivos e benefícios de acordo com o estágio de desenvolvimento em que se encontra cada cidade.

O programa prevê a classificação em quatro categorias. A inicial é a “Semear”. Ela é voltada para os municípios que têm pequeno número de visitantes, que são atraídos ao destino por conta do patrimônio natural ou histórico-cultural, e onde a oferta turística, bem como a gestão da atividade ainda não estão estruturadas.

Um estágio mais avançado é o “Nascer”. É onde se enquadram as cidades que já são procuradas por um crescente número de visitantes e a oferta começa a se estruturar para atendê-los. O estágio seguinte é o “Frutificar”. Nessa classificação vão se enquadrar os municípios em que o turismo já figura como uma das atividades econômicas do local e onde já existem processos de gestão e preocupação com o aumento e qualificação da oferta.

A última classificação do sistema é a “Crescer”. Nesta fase o destino já tem no turismo uma de suas principais atividades econômicas. Atingiu números significativos de turistas, possui uma oferta de equipamentos especializada e a gestão pública trabalha em conjunto com o trade, para garantir o sucesso da atividade no destino.

Segundo a Fundtur, a participação no sistema de classificação é facultativa. A entidade enviará um convite para o cadastramento dos municípios interessados e as avaliações dos serão feitas a cada dois anos.

 

Categorização Nacional

 

Em âmbito nacional, o Ministério do Turismo também tem um sistema de classificação, o Mapa do Turismo Brasileiro. Ele identifica as cidades de interesse turístico e aquelas que, de alguma forma, são impactadas pela atividade. Os municípios são enquadrados em cinco categorias, de “A” a “E”, conforme algumas variáveis, como: número de empregos formais no segmento, quantidade de leitos e estabelecimentos de hospedagem e fluxo turístico doméstico e internacional.

Em uma das pontas da relação, na categoria “A”, estão os municípios com maior fluxo turístico, maior número de empregos e estabelecimentos no setor de hospedagem e na outra, a “E”, estão as cidades que não possuem fluxo turístico expressivo, mas que precisam de apoio para a geração e formalização de empregos e estabelecimentos de hospedagem, por conta do papel importante no fluxo turístico regional.

De acordo com o Ministério do Turismo, a categorização possibilita, por exemplo, uma melhor distribuição de recursos públicos para atender as demandas das cidades turísticas e a elaboração de políticas públicas específicas para promover o desenvolvimento sustentável da atividade em cada um dos municípios relacionados.

Em Mato Grosso do Sul, dos 79 municípios do estado, 47 estão destacados no Mapa. Duas cidades estão na categoria “E”, 24 na “D”, 16 na “C”, quatro na “B” e somente uma, Campo Grande, na “A”.

No mapa divulgado em fevereiro deste ano, oito municípios de Mato Grosso do Sul avançaram de posição no Mapa, graças a melhoria da infraestrutura para receber os visitantes e a ampliação do fluxo turístico.

As oito cidades que avançaram de posição no Mapa do Turismo foram: Alcinópolis, de “E” para “D”; Aparecida do Taboado, de “D” para “C”; Figueirão, de “E” para “D”, Paraíso das Águas, de “E” para “D”; Porto Murtinho, de “D” para “C”; São Gabriel do Oeste, de “D” para “C”; Sonora de “D” para “C” e Vicentina, de “E” para “D”.

G1 MS

Publicidade

Não deixe de ler


Nas Galerias de Fotos
  • 1ª Exposição Fotográfica das Famílias Pioneiras. 1ª Exposição Fotográfica das Famílias Pioneiras.
  • Cafundó: Trilheiros de Alcinópolis Cafundó: Trilheiros de Alcinópolis
  • Enlace matrimonial Enlace matrimonial "Chicão & Meire"
  • Enlace matrimonial Enlace matrimonial "Mauricio & Leandra"
  • Balada Sertaneja Balada Sertaneja "Sinésio e Henrique"
[+] Galerias de Fotos
Publicidade